Convocação pode marcar volta de Adriano à seleção

O técnico Dunga fará nesta segunda-feira a primeira convocação da seleção brasileira em 2007. Às 15h, na sede da CBF, ele chamará os jogadores que irão a Londres para o amistoso do dia 6 contra Portugal. O jogo será no recém-inaugurado estádio do Arsenal, o mesmo em que o Brasil bateu a Argentina por 3 a 0 em amistoso disputado em setembro.A novidade na lista poderá ser a volta de Adriano. O Imperador teve um segundo semestre de amargar em 2006, jogando mal na Inter e sendo afastado do time para entrar em forma, mas começou bem este ano e vem sendo elogiado pela imprensa italiana.Os centroavantes que vinham sendo chamados por Dunga não vivem bom momento, o que pode pesar para a volta de Adriano. Vágner Love está parado por causa do inverno russo - o campeonato acabou em dezembro e o próximo só começará em março; Rafael Sobis sofre no Betis, que luta contra o rebaixamento; Fred acabou de voltar de uma contusão muscular; e Ricardo Oliveira não consegue engrenar no Milan.Adriano ainda não foi chamado por Dunga. E o técnico da seleção deu-lhe um puxão de orelhas público ano passado, quando disse que o atacante precisava se concentrar mais no trabalho e sair menos à noite se quisesse voltar a jogar bem e recuperar sua imagem.O Campeonato Alemão está em recesso por causa do inverno, mas como já terá sido reiniciado na data do amistoso os zagueiros Lúcio (Bayern de Munique) e Juan (Bayer Leverkusen) e o meia Diego (Werder Bremen) deverão ser convocados.Quem com certeza ficará fora da lista é o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid. O jogador revelado pelo Fluminense sofreu uma lesão no tornozelo direito e ficará mais um mês em recuperação.Outro que perdeu a chance de ser chamado é o volante Mineiro, sem treinar desde que se desligou do São Paulo. E o pior é que ainda não acertou contrato com algum clube europeu.Dunga está de olho na seleção Sub-20, que disputa o Sul-Americano no Paraguai. Os dois jogadores do grupo que têm mais chance de estar na lista são o volante Lucas e o lateral-esquerdo Carlinhos - ambos já foram chamados ano passadoO confronto com Portugal será o segundo jogo de Dunga contra uma seleção de alto nível - o primeiro foi contra a Argentina.Ano passado, ele dirigiu o Brasil em seis jogos. Foram cinco vitórias (Argentina, País de Gales, Kuwait, Equador e Suíça) e um empate - 1 a 1 com a Noruega em Oslo, em sua estréia. O time marcou 14 gols e sofreu três. O artilheiro é Kaká, com quatro gols. Daniel Carvalho e Elano marcaram dois cada um.Ronaldinho Gaúcho ainda não balançou a rede na "era Dunga". Para ser mais preciso, ele não comemora um gol pela seleção desde a vitória por 4 a 1 sobre a Argentina na final da Copa das Confederações, em junho de 2005.O ano passado acabou com a polêmica provocada pela presença do jogador no banco de reservas. Dunga tem dito que faz "o melhor para a seleção" e demonstrado que não se anima a montar um time em que Kaká, Robinho e Ronaldinho Gaúcho sejam titulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.