Convocado, Lucas festeja volta por cima no Botafogo

A convocação para a seleção brasileira era algo impensável para o lateral Lucas, do Botafogo, há cerca de quatro meses. Na época, ele foi taxado de vilão pelas quedas da equipe na Copa do Brasil e no Campeonato Carioca, quando foi expulso contra Vitória e Fluminense, respectivamente. Chamado por Mano Menezes para as duas partidas do Superclássico das Américas, contra a Argentina, o jogador não escondeu a felicidade por ter se recuperado.

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2012 | 13h09

"Eu vivi um momento triste de ter passado por aquela situação. Mas não foi uma coisa que caiu sobre mim. Até porque eu não estava doente, tinha muita disposição. Tinha tombado e tinha duas possibilidades: levantar ou ficar no chão. Estamos sempre sujeitos a esse tipo de situação no futebol. Levantei minha cabeça e mudei o rumo. Fiz bons jogos. A gente tem que passar por dificuldades para crescer na vida. Para mim foi bom", declarou, nesta terça-feira.

Após as duas eliminações, Lucas foi muito criticado pela torcida e chegou a perder espaço na equipe. Com o tempo, no entanto, ele conseguiu se restabelecer, reconquistou a confiança no Botafogo e neste Campeonato Brasileiro tem sido muito importante para o técnico Oswaldo de Oliveira. Com isso, viu o sonho da primeira convocação ser realizado.

"Era um sonho. É o sonho de toda criança chegar a vestir a camisa da seleção brasileira. Numa das minhas primeiras entrevistas aqui no Botafogo já disse isso", disse Lucas, que se disse mais consciente atualmente. "A responsabilidade agora é maior, até pelo nascimento da minha filha. Estou bem consciente e tranquilo quanto a isso".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoLucas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.