Coordenador de futebol do Fluminense nega acusações

O novo coordenador de futebol do Fluminense, Alexandre Faria, foi apresentado oficialmente na manhã desta terça-feira nas Laranjeiras. Em sua primeira entrevista coletiva no clube, Alexandre fez questão de se defender das acusações que ganhava comissão com a venda de jogadores quando esteve no Atlético Mineiro."Fui acusado de algo que não é verdade. Eu nunca fui empresário de jogadores. Não gosto dessa função, mas respeito a quem a desenvolve. Meu negócio é gestão de pessoas", disse o coordenador.Alexandre Faria começou a trabalhar no futebol em 2001, no América-MG. Em 2003, esteve com a FBA - empresa que gere a Série B do Campeonato Brasileiro - e entre 2005 e 2007 foi dirigente do Atlético-MG.No Fluminense, ele terá trabalho para manter o time. O atacante Washington acertou nesta tarde a sua transferência para o São Paulo. O meia Conca, vinculado ao River Plate, da Argentina, pode deixar a equipe. E o lateral-esquerdo Junior César tem proposta do futebol alemão, e também não deve permanecer no clube em 2009.Apesar das dificuldades, Alexandre Faria demonstrou otimismo. "Estou bastante motivado para realizar um grande trabalho no Fluminense. Chego para me dedicar e dar muito carinho a esse clube", concluiu o dirigente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.