Copa Africana deve sair da Líbia e ir para África do Sul

A Associação de Futebol da África do Sul (Safa, na sigla em inglês) informou nesta quinta-feira que chegou a um acordo com a Federação de Futebol da Líbia para substituir o país como sede da Copa Africana de Nações de 2013. A mudança acontecerá por conta do momento político turbulento que atravessam os líbios.

AE-AP, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 10h40

Como parte do acordo, a Safa revelou que a Líbia receberá a competição africana em 2017, ano em que a África do Sul seria a sede. A mudança, no entanto, ainda precisa ser confirmada pela Confederação Africana de Futebol, no próximo encontro do comitê executivo, em Cairo, no dia 28 de setembro.

Caso seja confirmado o acordo, a África do Sul também sediará a Copa de Nações Africanas, em 2014, um torneio continental para jovens jogadores, que também deveria acontecer na Líbia. A mudança se fez necessária por conta da revolta local contra o ditador Muamar Kadafi, que tem causado violentos protestos por todo o país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.