Copa América começa na quarta-feira

Em mais um reviravolta, a Confederação Sul-Americana de Futebol anunciou nesta quinta-feira que a Copa América terá início na próxima quarta-feira, na Colômbia. ?A Copa América será disputada na Colômbia nas datas originais?, disse o presidente da entidade, o paraguaio Nicolás Leoz, pouco depois de anunciar que uma decisão sobre o assunto só sairia no sábado. ?Será jogada de 11 a 29 de julho?, afirmou o dirigente. A Argentina já anunciou oficialmente que não mandará sua seleção para a competição.A competição havia sido adiada para 2002, em data a ser definida, depois do seqüestro do vice-presidente da Federação Colombiana de Futebol e responsável pela organização da competição, HernánMejía Campuzano. Antes do adiamento, cogitou-se a mudança de sede e o Brasil chegou a se oferecer para receber a competição. As pressões das tevês, no entanto, foram mais fortes. A Confederação Sul-Americana anunciou que esperaria a definição do calendário Mundial da Fifa, sábado, para ter uma posição sobre a Copa América, mas pouco depois veio a declaração surpreendente do Leoz. O dirigente negou que e entidade corresse risco de ser acionada judicialmente pelas empresas que detêm os direitos de transmissão da Copa América por perdas decorrentes do cancelamento. O boicote argentino já era sinalizado antes mesmo do anúncio de Leoz. Pouco depois, a Associação de Futebol Argentino (AFA), distribuiu um comunicado confirmando que não mandará sua seleção para a Colômbia. Segundo o presidente da AFA, Julio Grondona, não há tempo suficiente para montar um time, já que os jogadores foram dispensados logo após o anúncio do adiamento da competição, na semana passada. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ainda não se manifestou sobre a participação brasileira. Mas a tendência é que o Brasil vá, apesar do pouco tempo de preparação. O coordenador técnico disse que será feita uma nova convocação. Já a federação chilena anunciou que a seleção nacional viajará domingo para a Colômbia. O Chile fará a partida de abertura da competição, contra o Equador, em Barranquilla. Ao contrário das outras seleções, os chilenos estavam se preparando e nesta quinta-feira 13 dos 20 jogadores convocados treinavam com o técnico Pedro Garcia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.