Copa das Confederações começa amanhã

Começa nesta quarta-feira, oficialmente em Frankfurt e factualmente em Colônia, a 7ª edição da Copa das Confederações, apontada como uma Minicopa por antecipar duelos que devem ocorrer na Copa do Mundo do próximo ano, na mesma Alemanha. O torneio tem a participação dos campeões de cada confederação continental do planeta, além do país-sede, a Alemanha, e do campeão mundial, o Brasil.A seleção brasileira não teve muita sorte nas outras edições da competição. Apesar do título em 1997, o Brasil foi eliminado pela campeã França em 2001, no Japão. Também fez fraca campanha em 2003 e viu a França levar o bicampeonato em casa. Além de franceses e brasileiros, Argentina, Dinamarca e México já ganharam a competição, que começou a ser disputada em 1992.Abertura - A Argentina, já classificada para a Copa de 2006 após a vitória sobre o Brasil por 3 a 1, em Buenos Aires, estréia na Copa das Confederações contra a Tunísia, do técnico campeão europeu em 2000 pela França, Roger Lemerre. O jogo será às 13 horas (de Brasília) no novo Estádio do Colônia, o Rheinenergie, que também sediará jogos do Mundial.Mas a abertura oficial do torneio acontecerá em Frankfurt, às 16 horas (de Brasília), com o time da casa, a Alemanha de Jürgen Klinsmann, contra a Austrália. As duas partidas, que abrem o grupo A, serão transmitidas pela Globo, Cultura e Bandsports.Tolerância zero - A Fifa vai aumentar o rigor das punições para atitudes antidesportivas dentro de campo a partir desta Copa das Confederações, que vai até o dia 29 de junho.Os jogadores serão punidos por atitudes erradas no impedimento, como atrapalhar o adversário e levar vantagem na situação irregular. Além disso, a Fifa reforçará as regras que proíbem o uso de adereços, como correntes, pulseiras e brincos."Nem mesmo o esparadrapo, que serve para cobrir qualquer adereço, será permitido", alertou Fernando Treasco, membro do comitê de árbitros da Fifa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.