Pawel Kopczynski / Reuters
Pawel Kopczynski / Reuters

Copa das Confederações da Rússia supera a marca de 210 mil ingressos vendidos

Russos e chilenos foram os que mais adquiriram ingressos até o momento

Estadao Conteudo

05 de abril de 2017 | 11h38

A Fifa anunciou ter atingido a marca de 211.745 ingressos vendidos para a Copa das Confederações da Rússia - a ser disputada a partir de junho deste ano -, no primeiro lote disponibilizado ao público via internet (www.fifa.com/tickets). A comercialização desse pacote inicial foi encerrada às 7 horas (de Brasília) desta quarta-feira.

Como nas edições anteriores da competição, a maioria dos pedidos de ingressos veio da nação anfitriã. Mas os fãs estrangeiros também mostraram muito interesse, especialmente os chilenos. Os torcedores do país sul-americano já reservaram mais de sete mil bilhetes até agora.

A próxima etapa de vendas será aberta em 19 de abril. Além da comercialização online, os torcedores poderão optar por comprar suas entradas nos Centros de Bilhetes da Fifa, abertos no mesmo dia nas quatro cidades-sede da Copa das Confederações - São Petersburgo, Sochi, Kazan e Moscou. Informações sobre horário do início das vendas e localização dos postos de venda serão publicadas no site da Fifa.

Todas as entradas adquiridas até 5 de abril serão entregues através do serviço de correio, a partir de maio. Os bilhetes comprados online a partir de 19 de abril deverão ser recolhidos dos Centros de Bilhetes da Fifa.

Dessa vez sem a presença do Brasil, a Copa das Confederações, evento-teste de preparação para a Copa do Mundo de 2018, será disputada por oito seleções. O Grupo A contará com Rússia, Nova Zelândia, Portugal e México, enquanto o B será composto por Camarões, Chile, Austrália e Alemanha.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa das Confederações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.