Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Copa das Confederações tem crescimento de popularidade em 2013

Brasil e Uruguai foi visto por 53,5 milhões de pessoas ao redor do planeta

O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2013 | 17h36

SÃO PAULO - Desde que passou a ser disputada no país-sede da Copa do Mundo um ano antes da realização do Mundial, a Copa das Confederações vem crescendo em popularidade. Segundo dados da Fifa, na edição de 2013, a semifinal entre a seleção brasileira e o Uruguai foi vista por 53,5 milhões de pessoas em nove importantes mercados de televisão, sendo 31,2 milhões (cerca de 58,5%) apenas no Brasil. Deste montante, 29,7 milhões acompanharam o jogo pela TV Globo, enquanto 1,5 milhões assistiram pela TV Bandeirantes.

Na Europa, os índices também são positivos. Na Itália, a semifinal da seleção local contra a Espanha foi vista por uma média de 12,5 milhões de pessoas, mais do que nas semifinais da Copa do Mundo de 2010, quando a seleção italiana parou na primeira fase, sendo a terceira maior audiência do país em 2013.

Na Espanha, 10,4 milhões de telespectadores sintonizaram no jogo, também se consolidando como o terceiro evento esportivo mais visto no país ibérico neste ano. Na Alemanha e Reino Unido, a audiência foi de 4,7 e 4,2 milhões de pessoas respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.