Divulgação
Divulgação

Copa do Brasil define últimos classificados às oitavas

Com atuação decisiva do goleiro Jefferson, Botafogo garantiu a vaga nos pênaltis

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 00h25

SÃO PAULO - Os últimos quatro classificados para as oitavas de final da Copa do Brasil foram definidos nesta quarta-feira, quando aconteceram quatro jogos de volta da terceira fase. Santos, Atlético Paranaense, Nacional-AM e Botafogo garantiram suas vagas em campo. Outros seis times já estavam garantidos: Luverdense-MT, Cruzeiro, Internacional, Flamengo, Goiás e Salgueiro-PE.

Definidos os 10 clubes classificados dentro de campo e já conhecidos os seis clubes pré-classificados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o sorteio das oitavas de final será feito no dia 6 de agosto. Os jogos da nova fase, em princípio, serão disputados nos dias 21 e 28 de agosto.

Os times pré-classificados, vindos da Copa Libertadores, estarão entre os cabeças de chave dos oito grupos: Atlético Mineiro, Corinthians, Grêmio, Palmeiras e Fluminense. Junto deles o Vasco, definido para substituir o São Paulo, que vai defender o título da Copa Sul-Americana de 2012. Os outros dois são Flamengo e Internacional, os melhores no ranking da entidade entre os classificados nas fases preliminares da competição.

No outro pote do sorteio vão entrar mais oito clubes: Goiás, Salgueiro, Cruzeiro, Luverdense, Nacional-AM, Figueirense, Atlético Paranaense e Santos.

A RODADA

Em Curitiba, no estádio Durival de Brito, o Atlético Paranaense confirmou o favoritismo e venceu o Paysandu por 2 a 1, se classificando porque na ida, em Belém, empatou em 0 a 0. Os gols foram marcados por Paulo Baier, de pênalti, e Marcelo, para o time de Curitiba, com Zé Antônio diminuindo para os paraenses.

Em Manaus, no estádio do Sesi, o Nacional confirmou a sua vaga ao vencer a Ponte Preta por 1 a 0, repetindo o placar da ida, em Campinas. A equipe paulista atuou os dois jogos com um time reserva.

No interior de Goiás, em Catalão, o time misto do Santos bateu o CRAC, por 2 a 0, e ficou com a vaga porque tinha empatado, por 1 a 1, na Vila Belmiro. Os gols foram de Gustavo Henrique e Léo Citadini, um em cada tempo.

A vaga mais disputada foi em Florianópolis, onde o Figueirense venceu o Botafogo por 1 a 0, com gol de Ricardo Bueno, devolvendo o placar da ida. A vaga acabou sendo decidida na cobrança de penalidades máximas. O time carioca levou a melhor: venceu por 5 a 4. A série de cinco terminou 3 a 3, depois foram cobradas mais duas penalidades de cada lado. O goleiro Jeferson defendeu duas penalidades e contou com um chute para fora de Ricardo Bueno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.