Copa do Brasil: Ponte não quer 2º jogo

Com o objetivo de liquidar o adversário no primeiro jogo, a Ponte Preta estréia na Copa do Brasil diante do Castanhal, nesta quarta-feira, às 20h30, no Pará. Se vencer por dois gols de diferença, a Ponte evita o jogo de volta e já se classifica para a próxima fase.O técnico Nelsinho Baptista confirmou que colocará em campo sua força máxima, inclusive aproveitando o meia Piá e o ala Elivélton, que não participaram do jogo contra a Matonense, pelo Campeonato Paulista, porque estavam suspensos. Carlos Alexandre entra na lateral direita. O atacante Macedo, machucado, e o lateral Gláucio, expulso contra a Matonense, não viajaram com a delegação."Vamos impor nosso ritmo normal e buscar a vitória pelo maior número de gols", confirmou o técnico Nelsinho, que pretende evitar o desgaste no jogo da volta. Ao mesmo tempo ele vai preparar o time para buscar a reabilitação no Paulista, sábado, no Majestoso. Do time que enfrenta o Castanhal, dois jogadores não poderão pegar o Mogi: o meia Piá, suspenso por dois jogos, e o volante Roberto, que terá que cumprir suspensão automática por ter dois cartões amarelos.A delegação da Ponte chegou em Castanhal, no meio da tarde, sem conhecer muito do adversário, vice-campeão paraense do ano passado. Mas o técnico do time paraense,João Duarte, garante que já tem muitas informações sobre o time campineiro, prometendo fazer uma marcação especial sobre o artilheiro Washington "que concentra o jogo aéreo" e ficar atento com Régis "que se mexe pelos dois lados do ataque".O estádio "Máximo Porpino" é acanhado, mas tem um gramado de boa qualidade. Comporta cinco mil pessoas, mas a expectativa da diretoria é de que cerca de duas mil acompanhe a estréia inédita do time na Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.