Alex de Jesus
Alex de Jesus

Copa do Brasil tem início com times em busca de R$ 8 milhões

Com participação de 86 clubes, disputa deste ano, que só termina em novembro, pode dar bom reforço de caixa ao time campeão

Almir Leite, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2015 | 07h00

Sete jogos dão início de uma forma discreta esta noite a uma disputa que pode premiar com até R$ 7,95 milhões o seu vencedor. De hoje até 25 de novembro, 86 equipes de todos os cantos do País, várias delas beirando o amadorismo, brigarão pelo título da Copa do Brasil. Dos dez paulistas que participarão em algum momento da competição, apenas o Santo André estreia hoje, recebendo o Goiás às 19h30. O principal jogo do dia será disputado em Pelotas, entre Brasil e Flamengo.

O Palmeiras estreia na Copa do Brasil em 4 de março, jogando na Bahia contra o Vitória da Conquista. O Santos só entra em campo dia 17 de março, contra o Londrina, no Paraná.

As duas equipes fazem parte do seleto grupo de nove clubes que podem almejar o prêmio máximo que a CBF pagará pelo título da Copa do Brasil. Isso porque fazem parte de uma espécie de tropa de elite, formada por 15 times com base no ranking nacional e já entrarão no torneio na primeira das sete fases. Com isso, farão jus a prêmios que vão de R$ 400 mil, se passarem pela primeira fase, a R$ 4 milhões, caso levantem a taça no final do ano. Já Corinthians e São Paulo, que só entrarão na competição a partir das oitavas de final (junto com Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional e Fluminense), poderão faturar no máximo R$ 6,51 milhões.

Para definir a premiação de cada fase, a CBF dividiu os participantes em três grupos - com 15, 6 e 55 times respectivamente. Na média, os valores que serão pagos este ano são 25% maiores do que os do ano passado. Em 2014, o Atlético Mineiro embolsou R$ 6,19 milhões pelo título.

O dinheiro distribuído pela CBF é bem inferior, por exemplo, aos cerca de R$ 15 milhões que a Conmebol vai destinar ao campeão da Libertadores. Mas pode representar um bom reforço de caixa, principalmente para clube minúsculos que vivem à míngua todo o ano, casos dos estreantes Amadense (Sergipe) e Globo (Rio Grande do Norte), entre outros. Eles terão cota de R$ 200 mil se conseguirem passar da primeira fase.

Se forem eliminados, levarão para casa o que for arrecadado com a renda dos jogos - na Copa do Brasil, a renda líquida é do mandante, mas quando for realizada apenas a partida de ida o perdedor terá direito a apenas 40% do valor líquido.

Preliminar

Este ano a Copa do Brasil também teve uma fase preliminar, que envolveu dois times em partidas de ida e volta. O Real Noroeste, do Espírito Santos, venceu duas vezes o Atlético Acreano (1 a 0 e 3 a 2) e se junta às outras 85 equipes. Será a primeira participação dos capixabas na competição. Eles terão o Criciúma como adversário.

Os outros paulistas na Copa do Brasil são: Ituano (joga em casa com o Joinville, em 1.º de abril), Capivariano (recebe o Caxias, 4 de março), Ponte Preta (vai a Rondônia enfrentar o Vilhena, 3 de março), Bragantino (joga contra o Lajeadense no Rio Grande do Sul, 17 de março) e Portuguesa (visita o Santos do Amapá, dia 4).


PREMIAÇÃO DA COPA DO BRASIL

Grupo 1 (15 times) - Botafogo, Vasco, Atlético-MG, Atlético-PR, Flamengo, Coritiba, Fluminense, Goiás, Cruzeiro, Grêmio, Santos, São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Internacional.

Grupo 2 (6 times) - Ponte Preta, Chapecoense, Joinville, Avaí, Figueirense e Sport.

Grupo 3 (55 times) - ABC, Alecrim, Amadense (SE), América-MG, América-RN, ASA, Anapolina, Coruripe, Luziânia, Cabofriense, Confiança, Icasa, Portuguesa,  Atlético-GO, Boa, Boavista, Botafogo (PB), Brasília, Campinense, Capivariano, Ceará, Cene, Bragantino, Remo, Lajeadense, Opérario (MT), Náutico, CRB, Criciúma, Cuiabá, Águia Negra, Bahia, Jacuipense, Vitória da Conquista, Santo André, Vitória, Estrela do Norte, Fortaleza, Globo, Brasil, Independente (PA), Interporto (TO), Ituano, Londrina, Luverdense, Madureira, Maringá, Moto Club, Murici, Nacional (AM), Paraná, Paysandu, Piauí,  Princesa do Solimões, Real Noroeste (ES), Rio Branco (AC), River, Salgueiro, Sampaio Côrrea, Santos (AP), São Raimundo, Caxias, Tupi, Vilhena e Villa Nova (MG).


VALOR DAS COTAS

PRIMEIRA FASE

Grupo 1 - R$ 400 mil

Grupo 2 - R$ 350 mil

Grupo 3 - R$ 200 mil.

SEGUNDA FASE

Grupo 1 - R$ 480 mil

Grupo 2 - R$ 420 mil

Grupo 3 - R$ 240 mil

TERCEIRA FASE

Grupos 1 ao 3 - R$ 560 mil

OITAVAS DE FINAL

Grupos 1 ao 3 - R$ 690 mil

QUARTAS DE FINAL

Grupos 1 ao  3 - R$ 820 mil

SEMIFINAIS

R$ 1 milhão

VICE-CAMPEÃO

R$ 2 milhões

CAMPEÃO

R$ 4 milhões







Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.