Copa do Interior: final em Capivari

União Barbarense e Bandeirante de Birigui decidem, neste sábado, às 10h45, em Capivari, o título da Copa do Interior. O campeão garantirá uma vaga na Copa do Brasil de 2002 e embolsará um prêmio de R$ 125 mil, com R$ 75 mil para o vice. A competição, organizada pela Federação Paulista de Futebol, reuniu 16 times do interior de São Paulo que ficariam sem disputar nenhuma competição no segundo semestre. Sem muito dinheiro, os times preferiram utilizar jogadores mais jovens. Este é o segundo jogo da final. No primeiro, em Birigui, no último sábado, o Bandeirante venceu por 2 a 0. O número de cartões amarelos é um critério de desempate, por isso o Barbarense precisa, além de vencer o jogo por dois gols de diferença, precisa torcer para que o Bandeirante receba, pelo menos, um cartão amarelo. Para ser campeão direto, o Barbarense precisa vencer por uma diferença de três gols. Detentor da melhor campanha, o União Barbarense manda o jogo final em Capivari, já que o seu estádio está interditado pela prefeitura municipal. O time é comandado por Polozi, ex-zagueiro da Ponte Preta, e seus jogadores já interessam a outros clubes do interior. Conhecida por lotar o estádio e empurrar o clube, a torcida do Bandeirante promete lotar 20 ônibus e marcar presença em Capivari. "Estamos confiantes e vamos manter o padrão de jogo. Jogar recuado é suicídio!", afirmou o técnico do Bandeirante, Selmo Martins, que não terá desfalques.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.