Alemanha descarta jogar pelo empate contra Estados Unidos

Pelo Grupo G, alemães e norte-americanos se enfrentam e, em caso de empate, garantem as duas vagas para as oitavas de final

Agência Estado

23 de junho de 2014 | 19h49

Se depender da Alemanha, Gana e Portugal - este último com situação mais complicada - podem fazer um jogo aberto em busca de saldo de gols para tentar a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. Quem garante é o assistente técnico alemão, Hansi Flick, que descartou um jogo pelo empate com os norte-americanos, resultado que garante Alemanha e Estados Unidos na próxima fase.

"A fase de mata-mata efetivamente já começou para a gente," afirmou Flick. "Queremos bater os Estados Unidos para terminar a fase de grupos na liderança e jogar em Porto Alegre", completou.

O assistente do treinador Joachim Löw disse que observou os 90 minutos dos alemães contra Gana para retirar o que viu de bom e o que ainda precisam aprimorar como equipe. De acordo com Flick, a reposição da defesa é um dos pontos que necessitam de maior atenção. "Nós queremos que o time reaja de uma maneira mais inteligente e não deixe espaços para quando sofremos contra-ataques. Temos algumas poucas coisas falhas e muita qualidade para criar chances, mas não podemos deixar espaços na defesa", analisou.

Ainda de acordo com Flick, o lateral e capitão Philipp Lahm continuará atuando no meio de campo. Além disso, o assistente disse que a comissão técnica conta sempre com a experiência do atacante Klose e do meia Bastian Schweinsteiger, que serão chamados do banco de reservas caso seja necessário, assim como foi contra os africanos.

O jogo válido pela última rodada do Grupo G entre Alemanha e Estados Unidos está marcado para as 13 horas desta quinta-feira na Arena Pernambuco, no Recife.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.