Após eliminação, técnico deixa comando da seleção de Honduras

'Não é uma demissão. Simplesmente acabou o contrato', diz

AE, Agência Estado

25 de junho de 2014 | 20h34

Logo após a despedida de Honduras da Copa do Mundo, com a derrota por 3 a 0 para a Suíça, nesta quarta-feira, em Manaus, o técnico colombiano Luis Fernando Suárez revelou que está deixando o comando da seleção hondurenha. Num grupo que tinha também França e Equador, a equipe não somou um ponto sequer e terminou na lanterna.

"Tomei a decisão há cinco minutos", revelou o treinador, na entrevista coletiva logo depois do jogo na Arena Amazônia. "Não é uma demissão. Simplesmente acabou o contrato. O contrato dizia que, quando terminasse a participação de Honduras no Mundial, estaria tudo encerrado. E eu, unilateralmente, decido não continuar."

Suárez estava no comando hondurenho desde 2011, sendo responsável por levar a seleção à Copa do Mundo no Brasil, a segunda seguida e a terceira na história do país. "Para o meu bem e para o bem de Honduras, é necessário uma mudança", explicou o treinador de 54 anos. "Outra pessoa pode chegar e fazer coisas melhores."

Ao comentar sobre o jogo de despedida, Suárez lamentou ter sofrido um gol logo no começo - Shaqiri fez o primeiro de seus três gols aos cinco minutos. "O gol no início deu a vantagem para eles jogarem no contra-ataque. No segundo tempo, fomos bem e criamos várias chances, mas não conseguimos marcar", comentou o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.