Capitão da Suíça festeja aniversário de olho no duelo com Argentina

Feliz por completar 30 anos na época do Mundial, Inler acredita que melhor presente seria uma vitória pelas oitavas de final do torneio 

AE, Agência Estado

27 de junho de 2014 | 20h19

Depois da vitória sobre Honduras na última quarta-feira, que garantiu a classificação da Suíça para as oitavas de final da Copa, o volante Gokhan Inler teve mais um motivo para comemorar nesta sexta: completou 30 anos de idade. Fazer aniversário num momento tão importante na carreira, durante a disputa do Mundial no Brasil, teve um significado especial para o jogador suíço.

"Fico feliz não só pela data, mas também por ter a oportunidade de completar 30 anos durante a realização da competição mais importante do futebol mundial e em um país que aprendi a gostar e já me sinto completamente à vontade", contou o volante do Napoli, que é capitão da seleção suíça.

Mas, apesar do bolo de aniversário que recebeu nesta sexta-feira na concentração da Suíça, Inler já está focado no próximo desafio: o jogo contra a Argentina, terça-feira, em São Paulo. "Temos um jogo muito importante diante de um dos adversários mais difíceis desta Copa e não posso negar que uma classificação para as quartas de final iria me deixar ainda mais feliz", comentou.

"Além de ser um jogo eliminatório, teremos pela frente uma grande seleção, que conta com um dos melhores jogadores do mundo e que desequilibrou nas três primeiras rodadas, mas precisamos lembrar que o ataque deles é extremamente perigoso e todo cuidado é pouco", avisou Inler, preocupado especialmente em enfrentar o craque argentino Messi, que vem sendo decisivo na Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.