'Carga de críticas estava pesada', admite Fred após gol pela seleção

Jejum do atacante chega ao fim na vitória do Brasil sobre Camarões

AE, Agência Estado

23 de junho de 2014 | 19h33

Bastaram dois jogos sem fazer gol para que crescesse a pressão sobre Fred, o centroavante do Brasil na Copa. O atacante participou pouco das partidas contra Croácia e México e passou a ser ironizado, principalmente nas redes sociais, pelo baixo número de chutes a gol. Nesta segunda-feira o jejum chegou ao fim com o terceiro gol da vitória por 4 a 1 sobre Camarões.

"Graças a Deus saiu esse gol", comemorou Fred, após a partida, admitindo que a pressão era grande. "A carga de criticas estava pesada em cima de mim, mas procurei manter a tranquilidade. Eu sabia do trabalho, da confiança que depositaram em mim. Grupo foi maravilhoso comigo."

Ao marcar seu primeiro gol na Copa, Fred destacou que o bigode deu sorte e contou que já esperava que o Mundial pudesse começar ruim para ele. "Comecei assim a Copa das Confederações, sabia que poderia encontrar alguma dificuldade algum jejum. Por isso trabalhei meu lado psicológico com tranquilidade. No gol, a bola acabou batendo no meu bigode. (Dedico o gol) para o meu pai, à minha família, a todo mundo que orou por mim."

Fred, porém, fez questão de ressaltar que o gol foi importante não só para ele, mas para a equipe, que fez um bom segundo tempo diante de Camarões. "O que vinha incomodado era que a equipe não vinha jogando tão bem, não vinha jogando como hoje. Houve a qualidade do Neymar, mas houve também a evolução da equipe inteira. A parte coletiva foi muito bem", elogiou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.