Del Bosque prepara mudanças na Espanha e deve barrar Casillas

Sob os olhares atentos do presidente da Federação Espanhola de Futebol, Ángel Villar, a seleção da Espanha fez na manhã deste sábado o seu último treino no CT do Caju, em Curitiba - no domingo, a atividade será já na Arena da Baixada, local da partida de segunda-feira contra a Austrália, no encerramento da primeira fase da Copa do Mundo.

Raphael Ramos - enviado especial a Curitiba, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2014 | 13h43

Na atividade, o técnico Vicente Del Bosque deu pistas de que o goleiro Casillas, após falhar nas derrotas para Holanda e Chile nas duas primeiras rodadas, pode ir para o banco de reservas. Quem treinou entre os titulares foi Reina. O ataque também deverá ter mudanças. Depois de ser muito criticada pela falta de ofensividade, a Espanha poderá jogar contra os australianos com dois centroavantes.

No treino, o time titular foi formado por Reina; Azpilicueta, Javi Martínez, Sergio Ramos e Jordi Alba; Xabi Alonso, David Silva e Iniesta; Pedro, Fernando Torres e Diego Costa. Com dores musculares, o zagueiro Piqué teve de deixar o treino antes do fim da atividade - mas ele já tinha sido reserva na derrota para o Chile.

Eliminada com uma rodada de antecedência, a seleção espanhola encerra a sua participação na Copa do Mundo na segunda-feira, contra a Austrália, e no dia seguinte a delegação já viaja de volta para Madri. A definição sobre a permanência de Del Bosque no comando da equipe deve sair até o fim da semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.