Economistas projetam título mundial para a seleção brasileira

Bélgica foi eleita como a provável zebra da Copa do Mundo, enquanto Espanha, campeã em 2010, como uma possível decepção

Flávio Leonel, Denise Abarca e Maria Regina Silva, O Estado de S. Paulo

09 de junho de 2014 | 16h25

O Brasil é o favorito entre os economistas do mercado financeiro para conquistar a Copa do Mundo. É o que aponta o levantamento especial realizado pelo AE Projeções. Conforme 73,53% dos 34 analistas que participaram da sondagem do serviço especializado do Broadcast, a seleção brasileira conquistará seu sexto título mundial em solo nacional na competição que tem início marcado para 12 de junho e término agendado para o dia 13 de julho.

Na mesma sondagem, a Bélgica, com 39,39% das citações, foi eleita a provável zebra da competição. A Espanha, com 24,24%, foi a mais votada como candidata à decepção da Copa. O jogador brasileiro Neymar, com 63,64%, foi o mais citado para provável craque do mundial.

Entre os economistas participantes, depois do Brasil, a seleção que foi mais mencionada para o título foi a Alemanha, mas com uma participação bem mais discreta, de 11,76% entre as respostas. Na sequência, também com poucos votos, ficaram Argentina (8,82%), além de Espanha e Portugal, empatadas, com 2,94% cada uma.

Quanto à zebra da Copa, o número de seleções citadas foi bem amplo. Depois da Bélgica, ficaram a Bósnia (12,12%), Uruguai (9,09%), Chile, Costa do Marfim, Japão e Portugal (6,06% cada um). Colômbia, Croácia, Estados Unidos, Gana e Suíça ficaram todos com 3,03% das respostas.

Em relação à seleção que poderá ser a decepção da competição, o quadro de votação foi mais apertado. Depois da Espanha, foram citadas também as seguintes seleções: Itália (18,18%); Holanda (15,15%); França e Inglaterra (12,12% cada uma); Alemanha e Brasil, empatados, com 6,06%; e Argentina e Portugal, com 3,03% para cada seleção.

Quanto à disputa para o melhor jogador da competição, Neymar teve um número de respostas muito superior ao dos concorrentes. Depois do brasileiro, o segundo mais votado foi o argentino Lionel Messi, com 12,12%.

O português Cristiano Ronaldo, eleito o melhor do mundo de 2013, teve 9,09% das citações. Também apareceram o alemão Lukas Podolski, com 6,06%, o espanhol Xavi, o brasileiro Fred e o zagueiro David Luiz, com 3,03% das respostas cada um.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.