Fernandinho garante estar pronto para jogar mais recuado na sexta

Sem Luiz Gustavo, que cumpre suspensão automática contra a Colômbia, Felipão precisa escalar outro jogador para ser 1.º volante

Leandro Silveira - enviado especial a Teresópolis, Agência Estado

30 de junho de 2014 | 20h01

A suspensão de Luiz Gustavo deixa o técnico Luiz Felipe Scolari com um problema para resolver na seleção brasileira. Afinal, exceto pelo titular, o grupo não parece ter um jogador com características de primeiro volante. Paulinho, Ramires e Hernanes costumam atuar mais adiantados, assim como Fernandinho, que agora é titular e já se ofereceu para atuar mais recuado, com mais obrigações defensivas na próxima sexta-feira, quando o Brasil vai encarar a Colômbia, no Castelão, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Assim, pode ser ele, efetivamente, o substituto de Luiz Gustavo. "Encaro com naturalidade. Fui convocado como primeiro volante, é assim que joguei na Inglaterra (no Manchester City) na temporada passada. Não é segredo. Se o Felipão optar por outro jogador, não tem problema nenhum. O importante é o time ter equilíbrio para jogar bem. Quem entrar, tem que estar bem para segurar o meio-de-campo da Colômbia", disse Fernandinho, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Fernandinho ganhou a condição de titular da seleção ao substituir Paulinho no intervalo da vitória por 4 a 1 sobre Camarões, na semana passada. O volante teve boa atuação ao participar do gol de Fred e também ao marcar o seu. Agora, porém, poderá ter mais obrigações defensivas, como acontece no Manchester City, onde atua ao lado do volante marfinense Yaya Touré no meio.

Na expectativa da escolha de Felipão, Fernandinho evitou dar uma opinião mais direta sobre as opções do treinador e explicou o que tentará fazer se for o primeiro volante da seleção. "Cada um desses tem seu estilo próprio. Quando sou o primeiro volante, procuro fazer o trabalho de marcação, fechar espaços, não dar espaços aos meias. Se tiver que jogar com algum deles, vou ter que fazer o melhor pra suprir a ausência do Luiz Gustavo", disse.

Além dos volantes à sua disposição, Felipão pode optar por improvisar o zagueiro Henrique no meio-de-campo, como já quando comandava ele no Palmeiras, o que daria mais liberdade a Fernandinho. A definição sobre o que o técnico prefere pode começar a ser feita nesta terça-feira, dia em que a seleção volta a treinar na Granja Comary, em atividade marcada para começar às 15h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.