Festa marca chegada dos jogadores da Costa Rica ao Recife

Grupo de torcedores começou a se aglomerar na frente do hotel onde a seleção costa-riquenha ficará hospedada uma hora antes 

Daniel Batista - enviado especial ao Recife, O Estado de S. Paulo

27 de junho de 2014 | 22h34

A seleção da Costa Rica chegou no Recife por volta das 21h40 desta sexta-feira e foi recebida com muita festa por cerca de 100 torcedores que estiveram na frente do hotel Golden Tulip, local onde a delegação ficará hospedada até domingo, quando enfrenta a Grécia, na Arena Pernambuco, pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Antes da chegada da seleção, por volta das 20h15 um pequeno grupo de torcedores já estava presente na frente do hotel e entre um grito e outro, um deles bateu acidentalmente e quebrou um lustre que fica na frente do hotel. Ninguém ficou ferido.

Já no cordão de isolamento feito pela polícia, torcedores gritavam "Tico" diversas vezes, cântico que se tornou tradicional por parte dos costarriquenhos. Um torcedor apareceu com uma camiseta onde mostrava os times do grupo da morte. Ao lado da Costa Rica, aparecia escrito: Pura Vida. Nos de Inglaterra, Uruguai e Itália tinha uma caveira.

Alguns torcedores mais animados entravam na frente dos carros que passavam pela avenida Boa Viagem e os motoristas, em sua maioria, entravam no espírito da festa e gritavam o nome do país.

Um apresentador conhecido na Costa Rica, chamado Morgan, da Tele Tica, também marcou presença e fez muita festa com os torcedores. Empolgados, os costarriquenhos pediam "Pinto presidente", fazendo referência ao treinador da seleção, Jorge Luis Pinto, que é colombiano. O volante Celso Borges e o goleiro Navas também foram ovacionados.

Horas antes, às 15h30, a Grécia também chegou no Recife, mas com uma recepção bem inferior. Apenas 10 torcedores estiveram presente e sem muito barulho. Neste sábado, os dois times farão reconhecimento do gramado da Arena Pernambuco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.