Imprensa chilena adota tom de orgulho para falar da eliminação

Jornais do país derrotado pelo Brasil nas oitavas da Copa exaltam garra do time e dificuldade imposta no jogo decisivo no Mineirão 

O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2014 | 17h35

A abordagem dos portais chilenos depois da eliminação da seleção da Copa do Mundo tem tom de tristeza e orgulho. "Chile se despede do Brasil com o coração inflado", deu o La Tercera em sua manchete pouco depois do jogo.

A publicação diz ainda que "a vermelha jogou contra todos os prognósticos e fez sofrer aos pentacampeões". Se Jorge Sampaoli garantiu que sairia de campo satisfeito com seu elenco, acertou, de acordo com a crítica assinada pelo repórter Alvaro Poblete. "Uma partida que demonstrou que não eram exagerados os temores de Felipão".

O La Nación também foi brando com o elenco chileno e destacou que a seleção "roçou a consquista", mas não pode diante do Brasil. "O grupo nacional lutou durante os 120 minutos de jogo, deu tudo sobre o gramado do estádio Mineirão, mas finalmente sucumbiu diante dos pentacampeões na definição por pênaltis".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.