Lugano diz que Chiellini mente sobre mordida de Luis Suárez

Segundo o zagueiro uruguaio, a cicatriz mostrada pelo italiano, que comprovava a mordida do atacante celeste, é antiga

FELIPE CORAZZA - enviado especial a Natal, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2014 | 18h49

Afastado da equipe titular do Uruguai por causa de uma lesão, o zagueiro Diego Lugano ficou no banco de reservas ao lado dos companheiros durante a partida decisiva contra a Itália, nesta terça-feira, na Arena das Dunas, em Natal. Após a vitória por 1 a 0, Lugano respondeu com irritação às perguntas sobre o episódio entre Suárez e Chiellini.

O zagueiro afirmou que o italiano está mentindo quando acusa o atacante do Uruguai de tê-lo mordido pouco antes do gol que selou a vitória da seleção sul-americana. "A gente também viu a foto do Chiellini e essa cicatriz é velha. Tem que ser muito estúpido para imaginar que essa cicatriz é de agora".

Os disparos contra o italiano continuaram: "Se Chiellini falou isso depois de um jogo, acho que rompeu com todos os códigos de vestiário, de jogador de bola e de italiano. Nunca imaginei que um italiano desse nível pudesse ser tão ''cagüeta'' fora do campo".

Lugano terminou as respostas sobre o assunto dizendo que as acusações italianas são choro de perdedor. "Chorar faz parte. Mas chorar desse jeito... Acho que seria mais de homem assimilar a derrota, procurar erros próprios".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.