Luiz Gustavo recebe cartão amarelo e não joga nas quartas de final

Volante do Wolfsburg cumpre suspensão na próxima fase da Copa

Leandro Silveira - Enviado especial a Belo Horizonte, Agência Estado

28 de junho de 2014 | 14h30

A seleção brasileira terá ao menos um desfalque no seu compromisso nas quartas de final da Copa do Mundo, diante do vencedor do duelo entre Uruguai e Colômbia. O volante Luiz Gustavo recebeu o segundo cartão amarelo na partida deste sábado contra o Chile, vencida por 3 a 2 nos pênaltis após empate por 1 a 1, e terá que cumprir suspensão automática na próxima sexta-feira, em Fortaleza.

Luiz Gustavo foi advertido pelo árbitro inglês Howard Webb aos 15 minutos do segundo tempo do jogo no Mineirão, após cometer falta em Arturo Vidal. O volante da seleção estava "pendurado" desde o jogo de abertura da Copa, a vitória por 3 a 1 sobre a Croácia, quando recebeu o seu primeiro cartão amarelo no torneio.


Inicialmente, Felipão parece ter três opções para substituir Luiz Gustavo. Os candidatos são o zagueiro Henrique, que já atuou algumas vezes improvisado no meio-de-campo, e os volantes Ramires e Paulinho, que perdeu a vaga de titular antes do jogo com o Chile para Fernandinho.

Além de Luiz Gustavo, o Brasil entrou em campo neste sábado com mais três jogadores pendurados com um cartão amarelo: o zagueiro Thiago Silva, o atacante Neymar e Ramires, que iniciou o duelo com o Chile no banco de reservas e substituiu Fernandinho durante o segundo tempo.

Nenhum deles foi advertido pela arbitragem, portanto, estão liberados para o próximo compromisso na Copa. Porém, a seleção agora tem mais três jogadores pendurados: o atacante Hulk, que recebeu cartão amarelo ao dominar a bola com o braço em lance que Webb anulou o gol marcado pelo brasileiro, o atacante Jô e o lateral-direito Daniel Alves.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.