Mau humor de Van Gaal empurra boa fase da seleção holandesa

Treinador, que se diz acostumado ao sucesso, não mede gritos em busca de um dos poucos títulos que não conquistou na carreira

Sergio Torres - Enviado especial a Fortaleza, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2014 | 22h00

A excelente campanha da Holanda na Copa - encerrou a primeira fase com saldo de sete gols, o melhor entre as seleções participantes - seria motivo de comemoração para qualquer treinador. Mas parece não ser o caso de Aloysius Paulus Maria van Gaal, o quase sempre vitorioso Louis van Gaal, de 62 anos.

Na entrevista ao final da partida contra o Chile, quando os holandeses venceram por 2 a 0 e encerraram a primeira fase com elogios e 100% de aproveitamento, Van Gaal voltou a dar mostras de seu mau humor, amplamente conhecido na Europa. Contrariado com os jornalistas, ironizou perguntas, discutiu e reclamou para, ao final, dizer que não está surpreendido com o rendimento da seleção sob seu comando. Afinal, disse, é um treinador acostumado ao sucesso. "Se olhar meu currículo, verá que ganho muitos jogos. Então, não é novidade."

Van Gaal, que ostenta títulos europeus de peso, como a Liga dos Campeões, é homem de sorriso raro, semblante fechado, ar desconfiado. A imprensa mundial acredita que ele pode apagar o fracasso de sua primeira passagem à frente da seleção. Van Gaal não conseguiu classificar a Holanda para a Copa de 2002.

Em relação ao elenco, ele tem seus preferidos e também seus desafetos. Seu relacionamento com o meia ofensivo Sneijder, um dos craques do time, não é dos melhores. Sneijder e o artilheiro Robin van Persie não se dão bem. Van Gaal está do lado de VanPersie, seu capitão.

Isso ficou claro em um dos treinos realizados no Rio, quando, enfurecido, o técnico repreendeu Sneijder em tom alto, ouvido até por quem estava nas arquibancadas. Jornalistas holandeses que vieram ao Brasil para acompanhar a Copa contam que Van Gaal até melhorou seu comportamento, mas as recaídas têm sido cada vez mais constantes. Esperam mais grosserias se a Holanda continuar na Copa. Se for eliminada neste domingo, manterão distância da fera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.