'Não jogaremos pensando em enfrentar o Brasil', diz Van Gaal

Técnico holandês espera conquistar o primeiro lugar diante do Chile

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2014 | 12h44

O técnico da Holanda, Louis Van Gaal, afirmou neste domingo que vai fazer de tudo para confirmar o primeiro lugar do grupo no jogo contra o Chile, nesta segunda, em São Paulo. O treinador descartou que buscará o resultado positivo para evitar um possível confronto com o Brasil nas oitavas de final, mas sim, para dar continuidade à boa campanha da equipe na Copa do Mundo.

"Queremos ser o primeiro colocado porque o resto de todo o procedimento para se chegar longe, na teoria, passa a ser mais favorável", explicou. Para confirmar a liderança do grupo B, os holandeses jogam pelo empate, por terem um saldo de gols melhor: cinco contra três. "Nossa busca pela vitória contra o Chile não será afetada pelo fato do Brasil jogar mais tarde (contra Camarões). A seleção brasileira deve cumprir o seu dever esportivo", disse.

A Holanda goleou a Espanha por 5 a 1 e bateu a Austrália por 3 a 2 em atuações convincentes, mas que não empolgaram o técnico. Van Gaal admite que a equipe pode melhorar ainda mais e principalmente ser mais ofensiva. Os holandeses marcaram até agora oito gols e dividem o posto de melhor ataque da Copa com a França.

Para enfrentar o Chile, que também ganhou os dois primeiros jogos, a Holanda tem como desfalque o atacante Van Persie. O jogador levou dois cartões amarelos e está suspenso. O provável substituto é Memphis Depay. "Não será fácil sem ele. É o nosso capitão, artilheiro e o substituto pode até jogar bem, mas não terá o mesmo estilo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolHolandaLouis van Gaal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.