Pai de Willian pede filho entre titulares  e jogador dá bronca

Jogador é um dos mais solicitados pelos torcedores para iniciar a partida contra o Chile, ao lado do volante Fernandinho

Robson Morelli - Enviado especial a Teresópolis, O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2014 | 17h43

Willian só faltou pedir desculpas em nome do seu pai para não bagunçar o ambiente da seleção brasileira. Na visita que os familiares fizeram na Granja Comary anteontem, o pai do jogador, Severino da Silva, disse que Felipão deveria colocar Willian no time. Não explicou quem deveria sair, mas repetiu que gostaria muito de ver o menino contra o Chile.

"Já dei um puxão de orelha nele", brincou o jogador. "Meu pai é meu ídolo. Sempre está me motivando, me ajudando. Mas ele é emocional como todo torcedor e pai de jogador. Por isso ele me quer jogando a qualquer custo."

Willian fez questão de ressaltar a categoria dos 23 jogadores de Felipão, e que jamais pediria para jogar ao chefe. Não faz o seu estilo, embora seu pai tenha dado a letra na Granja Comary. Ao Estado, o pai de Fernandinho disse a mesma coisa: "O Felipão deveria colocar meu filho para jogar". Willian e Fernandinho são os dois reservas mais cheios de moral com o torcedor. Em recente enquete no portal do Estadão, 85% dos participantes queriam ver Fernandinho no lugar de Paulinho.

"Todo pai quer ver o seu filho no time. Meu pai é movido pela emoção", disse Willian, que começou a competição bastante cotado para entrar na equipe, no lugar de Oscar, mas depois foi perdendo terreno devido às boas atuações do titular. Oscar é um dos principais 'ladrões de bola' da seleção e tem a confiança do treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.