Paulo Bento culpa vexame na estreia pela eliminação de Portugal

Para o técnico, goleada por 4 a 0 diante da Alemanha dificultou a missão de avançar às oitavas e teve impacto moral nos jogadores

AE, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 19h33

Após a eliminação precoce na Copa do Mundo, o técnico Paulo Bento lamentou o desempenho de Portugal. Não na vitória desta quinta-feira sobre Gana, mas na derrota humilhante por 4 a 0 diante da Alemanha na estreia pelo Grupo G, o que tornou a missão portuguesa muito complicada na luta pela vaga nas oitavas de final.

"Nossa primeira partida (contra a Alemanha) foi crucial, devido ao impacto moral que teve e prático também, porque a dura derrota nos impôs uma diferença significante no quesito saldo de gols", afirmou Paulo Bento, após a vitória sobre Gana, nesta quinta-feira, em Brasília.

O treinador de Portugal lembrou que tiveram chances na partida anterior, quando, em sua opinião, se apresentaram melhor do que os Estados Unidos - houve empate nesse jogo da segunda rodada do Grupo G. No entanto, Paulo Bento voltou a colocar a responsabilidade pela eliminação na goleada sofrida contra a Alemanha.

"Aquila partida (contra a Alemanha) nos forçou a essa situação em que deveríamos marcar muitos gols (para atingir a classificação), o que é muito difícil", explicou o técnico. "Mesmo no jogo de hoje (quinta-feira), nós tivemos chances de ter feito um placar mais elástico. Mas o que aconteceu na estreia se provou decisivo e nos deixou marcas, até em termos de preparação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.