Primeira fase da Copa termina com muitas decepções e surpresas

Itália, Inglaterra, Portugal e Espanha voltaram para casa mais cedo, mas Chile, Costa Rica e Grécia se classificaram para as oitavas

Esther Morel, O Estado de S. Paulo

26 de junho de 2014 | 18h55

Ao longo da primeira fase da Copa do Mundo, muitas seleções que eram tidas como favoritas ao título no Brasil foram, aos poucos, deixando a competição. Ao mesmo tempo, equipes menores surpreenderam em chaves fortes, chegando até a eliminar campeãs mundiais.

DECEPÇÕES

Apática, a atual detentora do título, Espanha, caiu ainda na segunda rodada. Sem renovação no elenco que levou o Mundial da África do Sul, a seleção não conseguiu envolver com o tradicional "tiki-taka", que ficou perdido em meio ao futebol ofensivo da Holanda e do Chile. Outra decepção foi Portugal, que contava com o melhor jogador de 2013, Cristiano Ronaldo, mas que saiu da Copa com apenas um gol marcado.

Confira todas as seleções que desapontaram no Mundial do Brasil.

SURPRESAS

No chamado "grupo da morte", a Costa Rica foi a maior surpresa da Copa 2014, ao se classificar em primeiro lugar, eliminando Itália e Inglaterra, além de derrotar o Uruguai, que ficou na segunda colocação. Depois de passar pela repescagem nas eliminatórias europeias, a Grécia conseguiu a vaga para as oitavas de final com saldo negativo e em cima da Costa do Marfim, cujo principal craque, Yaya Touré, foi abalado pela notícia da morte do irmão durante o torneio.

Veja quais foram as seleções que surpreenderam nesta Copa do Mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.