Copa do Mundo poderá ter gramado artificial, diz Blatter

Presidente da Fifa aponta condições climáticas como fator para o uso de grama artificial já na Copa de 2010

Mike Collett, Reuters

09 de março de 2008 | 15h32

O presidente da Fifa, Josep Blatter, afirmou que a Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, poderá utilizar gramado artificial em seus campos. Falando aos jornalistas após o encontro dos dirigentes da Associação Internacional de Futebol da Fifa, que aconteceu no sábado, na Escócia, Blatter afirmou que o gramado artificial pode ser necessário porque o torneio não será realizado durante o verão sul-africano. "Se houver qualquer problema com o gramado, porque iremos jogar quando não é verão na África do Sul, isso não deverá afetar as cidades de Port Elizabeth, Cidade do Cabo e Durban, porque são áreas ao nível do mar", disse. "Mas, talvez, mais para as montanhas, possa haver alguns problemas, então é possível que algumas partidas sejam disputadas num campo com gramado artificial. Não é uma questão de criar manchetes, essa é a verdade", afirmou. "Futebol em gramado artificial é o futuro. Mais e mais. Os únicos contra são aqueles que nunca jogaram nele." A Fifa tomará uma decisão após a Copa das Confederações no próximo ano, na África do Sul, que utilizará alguns dos estádios da Copa do Mundo e será um importante passo rumo ao grande evento do futebol mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.