Copa fica mais importante para o Santos

A Copa Sul-americana não tem grandes atrativos aos clubes, mas o Santos está levando a sério a competição. Assim é que conseguiu o que muitos consideravam impossível: vencer o Flamengo por 3 a 0 em pleno Maracanã sem três de seus principais articuladores. "Para nosso grupo, todos os campeonatos são importantes porque, além de envolver o nome do Santos, que é uma equipe que tem de ser respeitada, há o trabalho profissional e a seriedade dos jogadores", disse o goleiro Fábio Costa. Por conta disso, o Santos buscou o resultado nos 90 minutos da partida, como explica Paulo Almeida: "sempre achamos que dava para classificar e ainda tivemos o professor Leão gritando do lado do campo que dava para conseguir". Isso, em sua opinião, foi uma motivação a mais. Léo concorda e foi por isso que dedicou o gol da classificação ao treinador. "Ele conversou com a equipe dentro do vestiário e mostrou que seria possível a gente ficar com a vaga; ele foi o comandante de tudo". Para Fábio Costa, o resultado de 3 a 0 escondeu as dificuldades que seu time teve em campo. "Foi complicado porque vencer de três gols de qualquer time é muito difícil nos dias de hoje, ainda mais contra o Flamengo no Maracanã". Meio de-campo - Diego, Elano e Renato, os articuladores do meio-de-campo santista estão na seleção e não jogaram contra o Flamengo. Mesmo assim, o setor esteve muito bem, na opinião de Léo, que conta o segredo da vitória: "o time estava solto, bem posicionado e o meio-de-campo fez uma excelente partida, distribuindo bem a bola". Esse último aspecto é destacado pelo lateral: "quando o meio não prende a bola, a equipe consegue render". Depois da partida contra o Flamengo, os jogadores tiveram um dia de folga hoje e retomam os treinamentos amanhã pela manhã. O próximo jogo da equipe será um amistoso terça-feira contra o Cuiabá, na capital mato-grossense. Leão deverá manter a equipe para essa partida, mas para o jogo contra o Criciúma, dia 13, terá o elenco completo, com a volta dos três atletas que estão servindo a seleção. De olho no calendário, os santistas contam com uma vitória no próximo jogo do Brasileiro, pois na seqüência terão a disputa direta da liderança com o Cruzeiro, em jogo programado para Belo Horizonte. "Todos os jogos são importantes", disse Fábio Costa, que lembrou: "o maior número de pontos que o time perdeu foi para as equipes tidas como menores e perder para eles complica a situação". Nos jogos de maior responsabilidade, como o contra o Flamengo, completou Fábio Costa, "a equipe se supera e alcança o objetivo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.