Copa SP pode ficar sem 3 clubes grandes

São Paulo, Palmeiras e Santos ameaçam não disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, a partir de 4 de janeiro, caso não possam utilizar jogadores já profissinalizados. A liminar concedida ao Sindicato de Atletas, na semana passada, determinando 25 dias de férias, impedirá a participação de atletas com contratos profissinais na competição.Segundo a liminar do juiz Márcio Granconatto, da 2ª Vara do Trabalho, os jogadores dos times paulistas que participaram da última rodada do Brasileiro, no domingo, só voltarão aos treinos no dia 14 de janeiro. A multa pelo não cumprimento da decisão será de R$ 100 mil reais por dia por cada atleta."Temos nove profissionais no time júnior. Queremos entrar para ganhar. Se não for assim, não vamos competir", avisou o presidente do São Paulo. O Santos também vai seguir o mesmo caminho, com o argumento de que todos os jogadores do time de juniores são profissionais. E o Palmeiras, que possui duas equipes inscritas na Copa São Paulo, suspendeu os treinos na última segunda-feira e deu férias aos atletas, pois a maioria fez parte do elenco principal nesta temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.