Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Copa Sul-Americana dá prejuízo à Conmebol

O presidente da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol), Nicolás Leoz Almirón admitiu hoje os problemas da Copa Sul-Americana, que não está levando público aos estádios, e atribuiu o fracasso do torneio ao fato de ser novo. "A copa não tem a tradição de uma Libertadores da América, disputada há mais de 40 anos, mas temos muita esperança de sucesso no futuro", disse ele, lembrando que as partidas estão sendo transmitidas pele televisão, o que afasta o público dos campos. Anunciou que pode ser disputada uma partida em Los Angeles entre os campeões sul-americano e europeu, sem prejuízo para a Copa Toyota Libertadores da América. Nicolás Leoz está em Santos para a solenidade de entrega do título de cidadão santista que a câmara lhe entregou quinta-feira e hoje concedeu entrevista coletiva na Vila Belmiro. Nela, o presidente da Conmebol informou que a Copa Sul-Americana está causando prejuízo de US$ 300 mil à entidade e que as cotas, nessa fase regional, é de US$ 40 mil por partida, subindo para US$ 50 mil quando começar as disputas entre clubes de vários países. Enquanto a Libertadores da América envolve a movimentação de US$ 25 milhões, a Copa Sul-Americana fatura US$ 4,5 milhões. Nicolás Leoz comentou que a próxima edição da Copa ainda não está sendo discutida, mas que as federações irão fazer uma avaliação do torneio. Quanto à Libertadores da América, confirmou o aumento de uma vaga para os times brasileiros, mas o critério de escolha será definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "A Conmebol não interfere nesse assunto e a vaga deve ser dada a quem tiver mérito esportivo". Essa frase coloca o Santos entre os mais cotados para ficar com a quinta vaga para Libertadores do ano que vem, pois é o atual vice-campeão do torneio. "Se a classificação do Santos no atual campeonato não for boa, poderá disputar a Libertadores pela sua condição de vice-campeão do torneio deste ano", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.