Coreano não aceita jogar no Peruggia

O atacante sul-coreano Ahn Jung-hwan, que marcou o gol histórico contra a Itália, classificando sua seleção às semifinais da Copa do Mundo, disse que só aceita voltar ao Peruggia se for repassado a outro clube europeu. Depois do gol, o presidente do clube italiano, Luciani Gaucci, disse que ele nunca mais vestiria a camisa do Peruggia, mas voltou atrás e ordenou sua reintegração ao elenco.

Agencia Estado,

31 de julho de 2002 | 19h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.