Coréia chuta pouco, mas garante empate com a França

A seleção da Coréia do Sul surpreendeu mais uma vez. Depois de chegar à semifinal da Copa de 2002 jogando em casa, os coreanos empataram por 1 a 1 com a França, neste domingo, em Leipzig. Os franceses finalmente fizeram um gol após um jejum de cinco jogos, mas a precisão nas finalizações da Coréia - de cinco chutes acertou somente dois - acabou com a festa da seleção da França.Continuando nas finalizações, a França chutou muito, 15 vezes, mas teve um aproveitamento medíocre: quatro acertaram o gol de Woon Jae Lee. Porém, tirando esta estatística, os números da partida mostram o equilíbrio do confronto. A posse de bola foi quase igual, com 52% ficando pra os franceses e 48% para os coreanos. Igualdade também no número de cartões amarelos: dois para cada lado. Porém, a França abusou das faltas comparando-se ao número de infrações cometidas pela Coréia do Sul: 20 contra 10.No mais, números bem parecidos em mais uma partida monótona da equipe francesa, que demonstra não ter conseguido encontrar mais o futebol apresentado no Mundial de 1998, quando sagrou-se campeã sobre o Brasil. Por parte da Coréia, mais um jogador acaba salvando a equipe, que sofreu o gol e precisou buscar o resultado. Desta vez foi Ji Sung Park, eleito o melhor da partida.Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: França, 15; Coréia do Sul, 5 Finalizações certas: França, 4; Coréia do Sul, 2 Faltas cometidas: França, 20; Coréia do Sul, 10 Cartões Amarelos: França, 2; Coréia do Sul, 2 Cartões vermelhos: França, 0; Coréia do Sul, 0 Escanteios: França, 6; Coréia do Sul, 2 Impedimentos: França, 4; Coréia do Sul, 1 Posse de bola: França, 52%; Coréia do Sul, 48% Melhor jogador da partida: Ji Sung Park (Coréia do Sul)(Com fifaworldcup.com)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.