Coréia do Sul desdenha favoritismo em partida contra Togo

A Coréia do Sul é apontada como franco favorita para a partida de abertura do grupo G, nesta terça-feira, em Frankfurt, contra Togo. A seleção africana está imersa em crise desde a saída do ex-treinador Otto Pfister, que abandonou a delegação no fim da semana passada devido a problemas envolvendo premiações dos jogadores com a federação.No entanto, o treinador da seleção sul-coreana, o holandês Dick Advocaat, afirmou nesta segunda-feira que não se deixa iludir pela aparente sensação de descontrole do adversário. "Você nunca sabe se é vantagem ou desvantagem quando existem problemas desse tipo", ressaltou. "É possível que a equipe se una ainda mais por causa dos problemas".A seleção de Togo ocupa a 61ª posição no ranking da Fifa - a mais baixa dentre todas as que estão na Alemanha - e perdeu sete dos nove jogos preparatórios para a Copa, incluindo os três realizados pela Copa da África de Nações, no início do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.