Corinthians acorda no fim e empata com o Santos

O Corinthians se despediu da sua torcida neste sábado deixando uma boa impressão. Depois de 75 minutos de um clássico morno no Pacaembu, a equipe desfalcada de seis titulares cresceu empurrada pelo torcedor e pela entrada de Jorge Henrique, mostrou garra e buscou o empate em 1 a 1 com o Santos, pela penúltima rodada do Brasileirão. Felipe Anderson abriu o placar no primeiro tempo e Wallace deixou tudo igual na segunda etapa.

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Agência Estado

24 de novembro de 2012 | 21h29

Diante de 34 mil torcedores, o time do técnico Tite fez seu último jogo como mandante antes da viagem ao Japão. No domingo que vem, o Corinthians volta a jogar no Pacaembu, mas o mando de campo será do São Paulo. A equipe alvinegra soma 57 pontos, no quinto lugar.

Já o Santos, que não teve Neymar neste sábado e apresentou um futebol frustrante, está no nono lugar, com 50 pontos. Sábado, o time de Muricy se despede de forma melancólica do Brasileirão recebendo o rebaixado Palmeiras na Vila Belmiro.

O JOGO - Como o foco é o Mundial de Clubes, o técnico Tite resolveu poupar os quatro corintianos que estiveram no Superclássico das Américas, na quarta: Fábio Santos, Ralf, Paulinho e Martínez. Como Chicão e Douglas também estavam suspensos, o Corinthians entrou em campo com seis reservas. O Santos também tinha problemas, como Galhardo, Adriano e principalmente Neymar, suspenso. Victor Andrade foi o escolhido por Muricy.

Com Romarinho querendo mostrar serviço, o Corinthians dominou os minutos iniciais. A primeira chance foi de Guerrero. O peruano recebeu de Edenilson, ficou cara a cara com Rafael, mas chutou à esquerda do gol.

Depois de dez minutos, o jogo caiu num marasmo, com os dois times se marcando bem no meio-campo e errando demais o último passe. Novas emoções só quando Juan pegou rebote de escanteio batido por Felipe Anderson, bateu de primeira e exigiu linda defesa de Cássio.

O ritmo lento do jogo foi interrompido aos 35 minutos, quando Felipe Anderson abriu o placar. O meia, bastante criticado por Muricy Ramalho, tabelou com André, recebeu pela direita da área e tentou o chute curto, rasteiro. Cássio vacilou e não pegou.

A primeira boa chance para empatar veio aos 8 minutos do segundo tempo. Guilherme Andrade deu ótimo lançamento para Emerson na área. O atacante dominou livre e bateu muito mal, para longe do gol. Aos 24, Guerrero fez a jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e rolou. Rafael desviou e a bola sobrou para Danilo, que chutou forte, sendo travado por Juan.

Jorge Henrique entrou no lugar de Guilherme Andrade e Tite mostrou que queria seu time atacando para ganhar virar o jogo. E o gol de empate veio aos 34. Jorge Henrique bateu falta na área, Willian subiu em meio à marcação e testou para a rede. No fim, pressão do Corinthians, mas a vitória não veio.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS

CORINTHIANS - Cássio; Alessandro, Wallace, Paulo André e Guilherme Andrade (Jorge Henrique); Anderson Polga (Guilherme), Edenilson e Danilo; Romarinho, Emerson e Guerrero. Técnico - Tite.

SANTOS - Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Arouca, Henrique, Felipe Anderson (Gerson Magrão) e Pato Rodríguez (Adriano); André e Victor Andrade. Técnico - Muricy Ramalho.

GOL - Felipe Anderson, aos 35 minutos do primeiro tempo; Wallace, aos 34 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Guilherme, Romarinho, André e Victor Andrade.

RENDA - R$ 1.157.591,94.

PÚBLICO - 34.171 pagantes.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.