Corinthians adia pagamento de prêmios

Está faltando dinheiro para o Corinthians pagar os prêmios pela conquista do Torneio Rio-São e da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira à tarde, os atletas ficaram reunidos quase três horas com o vice-presidente de Futebol do clube, Antonio Roque Citadini, para discutir o assunto. Saíram sem dinheiro, mas com a promessa de que o acordo assumido com o elenco pela diretoria será cumprido. "Vamos pagar tudo. Aliás, não sei qual o interesse de vocês nesse assunto", disse Citadini para os repórteres.O dirigente ratificou que a Hicks Muse, de quem o Corinthians está se separando, não vai pagar um centavo para os atletas. "O prêmio virá da emissoras de televisão que compraram os direitos de transmissão," ressaltou Citadini.Os jogadores saíram da reunião com a certeza de que o Corinthians realmente vai honrar o promessa que fez aos atletas. A gratificação total para quem disputou a maioria dos jogos será de R$ 90 mil. "Não haverá problema. Vamos receber o que foi prometido. Depois eu mostro o recibo bancário", disse, brincando, Fábio Luciano.Os jogadores ganharam folga desta sexta-feira até domingo. Na segunda-feira terão de comparecer ao Parque São Jorge para treinar e fazer uma série de exames médicos. Na quinta-feira, os atletas terão mais de dez dias de folga . Posteriormente, ficarão concentrados do dia 11 a 22 em Extrema, Minas Gerais.Na volta, a equipe deverá fazer cinco amistosos até a estréia na Copa dos Campeões. O técnico Parreira deverá reassumir o cargo, na segunda ou terceira partida do time na competição. Ele está de licença para assistir à Copa do Mundo como observador técnico da Fifa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.