Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Corinthians admite ter tirado o pé para evitar desgaste e comemora classificação

Alegando cansaço, jogadores reconhecem que poderiam ter feito mais gols

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2017 | 22h06

O empate por 1 a 1 entre Corinthians e Luverdense não encantou a torcida, apesar da classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Principalmente pelo desempenho no segundo tempo, quando o time chegou a ser pressionado pelo adversário, levando alguns torcedores a até vaiarem a equipe nos minutos finais. Ao término da partida, alguns jogadores admitiram que o cansaço fez com que a equipe diminuísse o ritmo na etapa final.

"A gente tem discernimento de que poderia fazer mais, mas a gente não quis se desgastar no jogo, porque estava controlado o jogo. Poderíamos ter aproveitado mais a oportunidade que criamos", disse o meia Rodriguinho.

O goleiro Cássio também acredita que a equipe atuou de forma mais inteligente, sem precisar se desgastar. "Conseguimos a classificação e o que mais importa é se classificar. Claro que a gente quer ganhar sempre, mas Copa do Brasil, em mata-mata, o mais importante é a classificação. Caímos de rendimento no segundo tempo, mas tivemos que superar o cansaço", alertou.

Cássio ainda explicou o lance do gol marcado pelo Luverdense. "A gente tinha conversado e sabia que eles batiam bem de fora da área. A bola desviou no Pedro. Acontece", resumiu.

Mas, assim como Rodriguinho, ele também lamentou as falhas de finalização do time. "Levamos o gol e não conseguimos marcar as nossas oportunidades. Talvez a situação poderia ser diferente, mas como disse, o que vale é que nos classificamos", ponderou.

O volante Gabriel acredita que a maratona de jogos tem feito o time cair muito de rendimento na etapa final dos jogos. "Não acho que a gente tire o pé, porque a gente tentou o jogo inteiro. Criamos muitas chances e não fomos felizes na finalização, mas estamos desde o jogo com o São Bento, na primeira partida da temporada, até hoje, fazendo um jogo atrás do outro, sem descanso e com viagens cansativas. A equipe vem pesando um pouco, por isso, os atletas estão rodando mais", explicou.

O elenco corintiano volta aos treinamentos na tarde desta sexta-feira, às 16 horas, no CT Joaquim Grava, visando a partida contra a Ferroviária, no domingo. O técnico Fábio Carille confirmou que irá poupar alguns titulares, justamente por causa do cansaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.