Rodrigo Coca/Corinthians
Rodrigo Coca/Corinthians

Corinthians afirma que evento de caminhões monstros não prejudicará piso da Arena

'Uma proteção em três camadas foi instalada no campo', explica o clube

Andreza Galdeano, O Estado de S. Paulo

15 de dezembro de 2017 | 13h28

Em uma das mudanças que visam a próxima temporada, o Corinthians já iniciou o processo para a reforma do gramado em Itaquera. Neste sábado, o arena do clube alvinegro vai receber a primeira edição do Monster Jam no Brasil, evento em que caminhões monstros realizam um grande show de manobras radicais. A maior preocupação do torcedor fica por conta da estrutura do campo, mas o clube já garantiu que o piso não será danificado.

+ Corinthians retoma pagamento integral das parcelas do Itaquerão

"O gramado da Arena Corinthians não será prejudicado. Uma proteção em três camadas foi instalada no campo, visando proteger toda a estrutura de qualquer tipo de dano ou contaminação. Desde o início de 2017 estamos trabalhando no planejamento desta renovação para o ano de 2018", afirma a assessoria do clube em contato com a reportagem do Estado.

A atração contará com pistas de terras projetadas, que já estão prontas na Arena Corinthians. Para o torcedor que está acostumado com o estádio tradicional nas partidas de futebol, será uma surpresa ver a mudança. "Para receber o evento, entramos em contato com outras arenas que já haviam sediado o Monster Jam. Uma delas foi a de Cardiff, palco da última final da Champions League e que tem uma estrutura similar. Depois da troca de experiências, definimos como deveria ser a estrutura de proteção ao campo e apresentamos para os organizadores, que prontamente atenderam as exigências", conta.

Ao final do evento, toda a proteção colocada para suportar os caminhões que pesam até cinco toneladas, será removida para dar lugar ao novo piso. "O processo de replantio será composto da remoção de 2cm da camada superior, recuperação do reforço sintético e aplicação de areia para preparação do leito de semeadura. Após cinco dias as sementes estarão germinando e começa o processo de crescimento até estar em condições de receber uma partida de futebol", explica o clube.

Vale lembrar que o Corinthians já retirou cerca de 700 pedaços de grama, em locais aleatórios do campo, para vender aos torcedores do clube.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.