Celso Júnior/AE
Celso Júnior/AE

Corinthians agora mira 'grupo da morte' e reformulação

Clube anunciou que buscará nomes de expressão para conseguir vaga na Libertadores em 2011

FÁBIO HECICO, Agência Estado

06 de dezembro de 2010 | 09h35

Para quem esperava fechar o ano com muitas conquistas, entre elas a Copa Libertadores, a vaga na competição intercontinental em 2011 acabou sendo o único motivo de comemoração num ano para ser esquecido. O Corinthians terá de melhorar muito em 2011. Primeiro precisará derrotar o terceiro representante da Colômbia, na pré-Libertadores, para depois entrar no Grupo 7, o da "morte", ao lado de Cruzeiro e dos campeões paraguaio e argentino.

Veja também:

linkCorinthians só empata com Goiás e terá que disputar pré-Libertadores

linkElias se despede do Corinthians e vai para a Espanha

linkAno do centenário para ser esquecido

linkRonaldo diz que pré-Libertadores não é problema

BRASILEIRÃO - tabela Classificação listaResultados

som Ouça os gols no Território Eldorado: GOIÁS 1 X 0 CORINTHIANS; GOIÁS 1 X 1 CORINTHIANS

Além de mirar a Libertadores como seu próximo maior objetivo, o clube já começa a planejar a sua reformulação para 2011. O clube anunciou que buscará um zagueiro, dois meias e dois atacantes, todos nomes de expressão, além de manter a base de 2010. O volante Elias, porém, deu adeus ao clube e adiantou que será negociado com o Atlético de Madrid por 7 milhões de euros (aproximadamente 15 milhões de reais).

"Fizemos uma bela Libertadores, caímos perdendo apenas um jogo (1 a 0 para o Flamengo) e, por isso, a torcida nos aplaudiu. No ano que vem, temos de fazer de tudo para chegar à disputa do título", disse o lateral-esquerdo Roberto Carlos, que fez 60 jogos em 2010 e deve ser um dos poupados no Campeonato Paulista. Tite vai escalar time alternativo no Estadual. Wellington Saci ou Marcelo Oliveira, ambos de volta em janeiro após empréstimo, podem quebrar o galho na ala.

Na reapresentação, em 3 de janeiro, Tite terá um elenco inchado. Quase 20 nomes retornam ao Parque São Jorge. Haverá atletas para todas as posições. O meia Morais e o atacante Edno são do agrado do treinador e devem compor o grupo. Bruno Octávio, Diego Sacoman, Otacílio Neto, Éverton Ribeiro, Clodoaldo e Cadu, entre outros, têm tudo para ser novamente emprestados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.