Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Corinthians aguarda por Vagner Love e ainda tenta contratação de Arana

Atacante realizará exames médicos e assinará contrato por duas temporadas

João Prata, O Estado de S.Paulo

29 Janeiro 2019 | 04h30

O atacante Vagner Love deve se apresentar nesta terça-feira ao Corinthians para realizar exames médicos e assinar contrato com validade por duas temporadas. O jogador chegou no domingo ao Rio após rescindir com o Besiktas, da Turquia, por atraso de salário.

Será a segunda passagem do centroavante no time. Em 2015, ele disputou 50 partidas, marcou 16 gols e ajudou na conquista do Brasileirão. A diretoria agora corre contra o tempo para acertar com o lateral-esquerdo Guilherme Arana, que está no Sevilla, para fechar a lista de inscritos no Paulistão. 

Arana tem sido pouco aproveitado no time espanhol, que tenta ainda negociá-lo com outra equipe da Europa. O Corinthians ofereceu uma proposta de 8 milhões de euros (R$ 34 milhões) para ser pago em quatro parcelas.

O clube paulista tem até sexta-feira para definir os 26 atletas que disputarão a primeira fase do torneio. Até agora a diretoria enviou 22 nomes. Vagner Love e Clayson, recuperado de lesão, são mais dois que devem ser regularizados nos próximos dias. 

Se Arana for confirmado, restará uma vaga em disputa. Dos atletas que estão treinando e ainda não foram registrados estão: Romero, que ainda não renovou contrato, Sergio Díaz e Renê Junior, que estavam no departamento médico, e Marquinhos, que veio da base.

Romero tem situação complicada. O presidente Andrés Sanchez demonstrou em entrevista recente que perdeu a paciência com o atacante. O paraguaio pediu aumento de salário para renovar por mais duas temporadas. O acordo com o Corinthians termina em julho e o jogador já pode assinar um pré-acordo com outra equipe.  

O Corinthians alcançou no último sábado a primeira vitória após o retorno de Carille ao bater a Ponte Preta, em casa, por 1 a 0. O resultado levou o time aos quatro pontos, na segunda colocação do Grupo C, atrás do Bragantino, que tem cinco. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.