Corinthians: Alberto fala em títulos

Enquanto a parceria com os europeus dá sinais de enfraquecimento, o Corinthians se esforça para reforçar o time, em nono lugar no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira foi a vez do atacante Alberto, de 29 anos, se apresentar, emocionado, ao clube no qual tem a missão de resolver de vez o problema da falta de gols. "Esse é um clube em que todo mundo quer jogar. Espero dar o máximo para ganhar títulos por essa equipe." Se dependesse do jogador, ele entraria em campo já contra o Palmeiras, domingo. Mas ainda não vai ser possível. Sua documentação ainda não chegou do Dínamo de Moscou, o que deve atrasar sua estréia. Por enquanto, segue treinando, como fez nesta quinta, com os outros atletas. "É um grupo jovem, com muitos garotos. Fui muito bem recebido", disse, contando ainda que vai assistir ao clássico com a intenção de conhecer melhor seus novos companheiros. Na Rússia, via pouco o futebol brasileiro e acompanhou pouco o Corinthians, apenas pelas notícias da internet. Alberto, campeão brasileiro pelo Santos em 2002 em cima do Corinthians, agora espera, como espécie de compensação à torcida, dar um título ao novo clube. "Por onde passei, fui campeão. Aqui, quero fazer o mesmo", declarou, sem nenhuma humildade. No fundo, o atleta tenta apagar o péssimo primeiro semestre de 2004. Depois de contrair uma grave pneumonia em fevereiro, entrou em atrito com os médicos do Dínamo e fez de tudo para deixar o clube. Submetido a uma cirurgia no pulmão, passou mais de dois meses em recuperação, no Estado de Mato Grosso. "Perdi 11 quilos, fiquei todo atrofiado e achei que nunca mais jogaria bola." O atacante fica no time até fevereiro. "Fiz de tudo para voltar ao Brasil. Ainda bem que eles (russos) aceitaram não receber nada pela minha saída. O Corinthians terá de pagar apenas meus salários", disse. O pedido de contratação do jogador partiu do técnico Tite, que acredita que, em pouco tempo, ele já poderá brigar por uma posição na frente. O atacante titular Marcelo Ramos elogiou o novo companheiro e afirmou que qualquer atleta com qualidade é sempre bem-vindo. Moreno - Nesta quinta-feira, a diretoria anunciou a dispensa do lateral-esquerdo Moreno. O jogador, que vinha jogando pelo Corinthians B na Copa Federação Paulista de Futebol, não estava nos planos do técnico Tite.

Agencia Estado,

26 Agosto 2004 | 21h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.