Corinthians ameaça voltar ao Tapetão

O Corinthians pode tentar novamente na Justiça Esportiva pontos que não consegue ganhar em campo. Foi assim com o Paysandu e agora o fato pode se repetir com o Juventude. Tudo porque um atleta da equipe de Caxias do Sul, o atacante Geufer, assinou a súmula pouco antes do início da partida, disputada domingo e vencida pelo Juventude por 6 a 1, e acabou não entrando em campo por ter se sentido mal, cedendo a vez a Taílson. Ao longo do jogo, o Juventude fez três substituições e isso, numa avaliação preliminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pode ter configurado uma irregularidade.De acordo com o procurador do STJD, Lindolfo Moraes, o caso requer uma apreciação cuidadosa. "Com certeza o Corinthians vai recorrer para obter os pontos e nós vamos ter de estudar bem o assunto para saber como interpretá-lo", disse Moraes. Embora ressaltando desconhecer as circunstâncias em que o fato ocorreu, o procurador considera muito provável que o clube gaúcho tenha cometido uma infração ao regulamento do Campeonato Brasileiro.?E esta infração atingiria o CBDF (Código Brasileiro Disciplinar de Futebol)", prosseguiu Moraes. "O episódio dá margem a "n" interpretações." Dias atrás, o Corinthians conseguiu na Justiça Esportiva dois pontos pelo empate com o Paysandu, por causa da escalação irregular de três atletas da equipe adversária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.