Corinthians apoia Pato e promete despedida honrosa no Brasileirão

Eliminado da Copa do Brasil, clube promete, pela torcida, empenho nas oito rodadas finais

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

24 de outubro de 2013 | 01h59

SÃO PAULO - Depois de mais de uma hora trancados no vestiário da Arena Grêmio lavando a roupa suja após a eliminação do

Outro jogador experiente do grupo, o lateral-direito Alessandro também vestiu a camisa do "Pato Futebol Clube”. “Pato teve a cobrança decisiva na semifinal do Paulista que colocou a gente com a possibilidade de disputar a final. Vocês podem discutir a maneira que ele cobrou, mas vale lembrar que um dia ele fez o gol. Naquela decisão eu errei e hoje não deu certo. Tínhamos é de ter força para não deixar o jogo ir para os pênaltis", afirmou. Pato deixou o vestiário calado, visivelmente triste. Talvez tivesse entendido o peso da eliminação. “Ele não tem de pedir desculpa, é só olhar e ver o quanto está sentido”, explicou Alessandro. Tite foi na mesma linha. “Todos nós, enquanto equipe, ganhamos e perdemos juntos. Tem coisas que são de vestiário. Agora é se unir e reerguer o time para o fim de semana (enfrenta o Santos no domingo)”, pregou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.