Corinthians aposta no lado esquerdo

Um jogo para ser decidido com lances de craque. É assim que o técnico do Corinthians, Carlos Alberto Parreira, encara o clássico deste domigo contra o são Paulo, em Presidente Prudente. O treinador ressaltou que além de o seu time contar com jogadores como Gil, Deivid, Ricardinho e Kléber, que podem desequilibrar a partida, o São Paulo conta com França, Kaká, Reinaldo e Souza, também com potencial para levar o time do Morumbi à vitória. "Deverá ser um jogo cadenciado, por causa do calor que deve fazer na hora da partida. Portanto, uma jogada genial, um toque de calcanhar, poderá fazer a diferença," disse o treinador, que está tranqüilo pelo fato de poder repetir pela quinta vez consecutiva a escalação do time. O Corinthians mais uma vez aposta na força do setor esquerdo com Kléber, Ricardinho e Gil. Outra arma do time do Parque São Jorge devem ser os cruzamentos de Rogério, como ocorreu na vitória sobre o Botafogo por 3 a 1, domingo, no Morumbi. Em duas cobranças de escanteio de Rogério, o time fez dois gols. No meio-de-campo, Parreira conta com a força de Fabrício para ajudar os zagueiros Fábio Luciano e Scheidt, e dando condição para Vampeta e Ricardinho armar as jogadas de ataque. Gil, que andou provocando o adversário ao comentar que a defesa do São Paulo é lenta, não quer mais falar antes do jogo. Depois de enfrentar o São Paulo, o Corinthians parte para outra partida decisiva contra o Cruzeiro, quarta-feira, em Belo Horizonte, pelas oitivas-de-final da Copa do Brasil. A delegação segue à noite de Presidente Prudente para a capital mineira. A torcida Gaviões da Fiel promete outra manifestação contra a diretoria do clube. Aproveitando que o jogo será disputado na véspera do "dia da mentira", os torcedores, que pregam a revolução corintiana, vão levar 10 mil narizes de "pinóquio", adesivos e planfletos do movimento.

Agencia Estado,

30 Março 2002 | 17h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.