Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Corinthians arma exílio para "indesejáveis"

Ainda não é oficial, mas o Corinthians tem uma estratégia para ?limpar? o elenco numeroso. E não é nada convencional. Para evitar gastos com multas contratuais e indenizações, os cartolas vão exilar os jogadores que forem recusados pelo novo treinador. A idéia é mandá-los para o distante CT de Itaquera e marcar treinos bem cedinho. Tudo para provocar faltas e rescisões por justa causa. Quem não suportar a rotina pode também pedir rescisão amigável. O plano tem toques sádicos. Seriam marcados treinos com início às 8 horas. Quem faltar ou se atrasar terá o dia descontado. Aquele que acumular muitas faltas pode até ser dispensado por justa causa. A favor da estratégia, o fato de os jogadores não gostarem de treinar cedo e a distância do CT de Itaquera, que não é muito aproveitado por causa das queixas dos atletas. Um candidato a inaugurar o ?exílio? de Itaquera é o meia Rincón, capitão do time com Oswaldo de Oliveira. Basta saber se ele vai aceitar. Nesta terça-feira, o colombiano negou o boato de que tenha agredido Fabrício após a goleada sofrida para o Grêmio (4 a 0), no Brasileiro. Negou, também, que os mais experientes formem uma ?panelinha? que intimida os mais novos. Fariam parte da ?panela? o lateral-direito Rogério, o zagueiro Váldson e o goleiro Fábio Costa. Rogério tem outra explicação. ?É natural que você se dê melhor com os colegas da sua idade. Mas eu estou tranqüilo. Tenho contrato até setembro de 2005 e vou continuar trabalhando normalmente.? Rincón e Rogério ficaram espantados com a informação de que poderiam ser afastados caso Mário Sérgio assuma como novo treinador. E responderam de forma ensaiada. ?Prefiro ouvir isso da boca do treinador. Não vou falar em cima de hipóteses?, afirmou Rincón, visivelmente constrangido com a situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.