Corinthians arranca empate do São Paulo e clássico fica no 1 a1

A promessa de um clássico com poucos gols e muita marcação se concretizou. Com as duas melhores defesas do Brasileirão em campo, Corinthians e São Paulo empataram por 1 a 1 na noite deste sábado, no Estádio do Morumbi. Com isso, os são-paulinos mantiveram o tabu de cerca de quatro anos sem serem superados pelos arqui-rivais - somam oito vitórias e cinco empates neste período.O resultado também prejudicou os planos de Muricy Ramalho de levar o São Paulo mais próximo do líder Botafogo na tabela - os cariocas perderam a invencibilidade no Nacional diante do Santos, por 3 a 0. A equipe da capital paulista soma agora 19 pontos, ainda na terceira colocação. Já os corintianos precisavam do triunfo para afastar de vez o princípio de crise (não vence há cinco rodadas) e tentar deixar de lado a confusão envolvendo a diretoria, acusada de manipulação de resultados na temporada passada. O time de Paulo Cezar Carpegiani segue em 14.º (14 pontos)Como não poderia ser diferente, o destaque do primeiro tempo acabou sendo os volantes. Acostumado a criar, o meia Leandro assumiu uma função pouco comum no São Paulo: foi obrigado a ajudar na marcação. A alteração gerou algumas criticas após o apito Paulo César Oliveira. "O Leandro está jogando muito atrás e se preocupando demais em acompanhar o volante deles. Toma vez que tomamos a bola, o Leandro está muito atrás. Na volta [para a segunda etapa], acho que o Jadílson deveria encostar mais e o Miranda avançar", disse o zagueiro André Dias.Já o goleiro corintiano Felipe esbravejou pela falta de conclusão. "O time está marcando bem e criando perigo lá [na frente], mas não adianta criar se não conseguimos fazer", comentou o camisa 1. "O jogo está muito truncado e com marcação muito forte", acrescentou o meia Willian, que retornou ao clube após a péssima campanha da seleção brasileira no Mundial sub-20.São Paulo e Corinthians seguiram irritando o público de cerca de 19 mil pessoas no Morumbi ao finalizarem quatro vezes cada. Os números condizem com a realidade dos clubes neste Brasileiro, que, atrás do América-RN, são os dois piores ataques da competição. Em 11 jogos, a equipe do Morumbi só conseguiu balançar as redes em nove ocasiões (média de 0,81 gol por partida). Os corintianos possuem um gol a mais (0,9 por confronto).Na única finalização certa e com perigo, o São Paulo abriu o marcador aos 37 minutos, quando o atacante Dagoberto recebeu na direita, entrou na área e bateu cruzado para superar Felipe. O susto fez o Corinthians acordar, que chegou ao empate nos acréscimos. Dinelson cobrou falta e o zagueiro Zelão, sozinho, mandou sem chances para Rogério Ceni.As duas equipes voltam a entrar em campo na próxima quarta-feira. O São Paulo recebe o Fluminense, no Morumbi. Já o Corinthians terá pela frente o Internacional, no Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre.CORINTHIANS 1 X 1 SÃO PAULOCorinthians - Felipe; Fábio Ferreira, Zelão e Betão (Bruno Bonfin); Pedro , Bruno Octávio , Rosinei , Willian (Dinelson) e Marcelo Oliveira; Everton Santos e Finazzi. Técnico: Paulo Cezar Carpegiani.São Paulo - Rogério Ceni; André Dias , Breno, Miranda e Ilsinho; Hernanes, Richarlyson , Leandro (Souza) e Jadílson (Júnior); Dagoberto e Aloísio (Diego Tardelli). Técnico: Muricy Ramalho.Gol - Dagoberto, aos 37, Zelão, aos 46 minutos do segundo tempo.Árbitro - Paulo César Oliveira (SP).Público - 19.945 pagantes.Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.