Corinthians avança ao empatar com Goiás

O Corinthians conseguiu a classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana. O time empatou com o Goiás por 1 a 1 nesta quarta-feira à noite, no Estádio do Pacaembu, e enfrentará o River Plate na próxima fase. Os corintianos, porém, tiveram prejuízos: a perda de Tevez, expulso, que não enfrenta os argentinos na primeira partida, e o estiramento na coxa direita de Marcelo Mattos, que se tornou dúvida para o clássico contra o São Paulo na quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Foi a quarta partida seguida sem vitória corintiana. Com a desculpa da falta de rodada no fim de semana do Brasileiro, o técnico Márcio Bittencourt escalou seu principal time. Na verdade, correndo risco de demissão, não poderia ser desclassificado da Copa Sul-Americana em pleno Pacaembu. Com os ?galácticos?, o Corinthians enfrentou o Goiás de Geninho. Como havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0 em Goiânia, o time paulista entrou tranqüilo. Márcio havia orientado seus jogadores a aproveitar o espaço que teriam, já que o Goiás iria para o ataque. E foi o que aconteceu. A partida começou aberta, emocionante, com chances de parte a parte. Os jogadores se conheciam bem porque em um período de 14 dias os times se enfrentaram por três vezes ? duas pela Sul-Americana e uma pelo Brasileirão. O Goiás tinha suas armas principais nas alas ? Paulo Baier, Jadílson ? e no talentoso meia Rodrigo Tabata. Além da postura ofensiva. Só que o Corinthians ? e sua questionada zaga ? estava bem postado. Márcio forçou a marcação na intermediária. A ordem era não deixar os goianos tocarem a bola. E contragolpear em velocidade. As chances estavam se alternando quando Ronny resolveu chutar da entrada da área. A bola raspou na perna de Júlio Santos e deslocou o goleiro Harlei: Corinthians 1 a 0, aos 26 minutos. O gol acabou sendo um balde de água fria na partida. A vantagem de três gols era demais para o Goiás tirar. E os jogadores do Corinthians sabiam que a vaga estava garantida. O ritmo diminuiu. Os atletas dos dois times percebiam o que acontecia e passaram a se poupar. Mal começou o segundo tempo, aos quatro minutos Rogério Correa foi expulso. Mas nem com um a mais o Corinthians se animou. Pelo contrário. Só Tevez estava animado. Tanta vontade acabou por provocar um leve estiramento na coxa direita aos 20 minutos. Ele chegou a pedir para sair, só que Márcio havia feito três substituições. Resultado: ficou em campo mancando. Irritado, acabou dando um tapa em Leandrinho e foi expulso. Aos 41 minutos, Alicio Pena Júnior inventou um pênalti de Marcus Vinícius em Paulo Baier. O ala direito cobrou e empatou. Não havia tempo para mais nada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.