Corinthians bate o líder Guará: 2 a 0, ambos de Dentinho

Time alvinegro volta a ficar na briga por vaga nas semis com a vitória no Morumbi, apesar de erros do árbitro

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

09 de março de 2008 | 18h08

Um Dentinho fulminante e o time na briga direta por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista. É assim que se resume o desfecho da vitória do Corinthians sobre o líder Guaratinguetá por 2 a 0, neste domingo à tarde, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. Uma vitória nada fácil por causa da melhor qualidade técnica do time do interior, dos erros do árbitro José Henrique de Carvalho, e da nova contusão de Acosta.Veja também: Ouça os gols da partida, pela Eldorado/ESPN Dentinho espera receber mais pedidos de gols da mãe Corinthians reclama da incoerência do árbitro no jogo Classificação Últimos resultados / Próximos jogosPrimeiro, o lado positivo: o time alvinegro chega aos 23 pontos e está na zona de classificação das semifinais do Paulistão. É o quarto colocado, sem contar o jogo entre Santos e Noroeste. Já o Guará, mesmo com a derrota, fica nos 27 pontos, e segue na primeira posição, já que ninguém pode ultrapassá-lo nesta rodada.O árbitro falhou em dois lances, ainda no primeiro tempo, um a favor de cada lado: o primeiro foi aos 14 minutos, quando o auxiliar Carlos Alberto Furnari deu impedimento de Michael lançado e que havia feito o gol. Carlos Alberto lhe dava condição, na lateral direita.O outro lance pode ser dividido em dois momentos, ambos com o volante Magal, do Guaratinguetá. Ele fez uma falta dura e teria recebido um cartão amarelo aos 10 minutos. Depois, recebeu outro aos 33 minutos, mas aí o árbitro alegou que o primeiro cartão foi para Jackson. A televisão, no replay, mostrou que Magal fez as duas faltas. E no primeiro cartão é confuso no momento de exibi-lo.Este erro gerou protesto do técnico Mano Menezes, no intervalo. "Você é árbitro de primeira divisão, assim não dá, um erro grotesco demais", dizia. Aos repórteres, emendou: "Depois dizem que não dá para reclamar. Nós temos certeza que ele mostrou dois amarelos, depois expulsa um jogador nosso na lateral, assim é demais."ALEGRIA E TRISTEZACom tudo isso, porém, o placar já era 1 a 0 para o Corinthians. Logo aos 3 minutos, Carlos Alberto passou para Acosta, que rolou de volta, ele foi ao fundo na direita e cruzou para Dentinho, na primeira trave, desviar de cabeça, cruzado, e sem defesa para o goleiro Fábio. CORINTHIANS2Felipe; Carlos Alberto    , Chicão, William e Carlão; Bóvio    , Fabinho, Diogo Rincón (Lulinha) e Heverton (Perdigão); Acosta (Herrera) e Dentinho    .Técnico: Mano Menezes GUARATINGUETÁ0Fábio    ; Alex Silva (Caiuby), Carlinhos    , Thiago Gomes e Jefferson (Danilo Santos); Magal     (Odair), Alê, Jackson     e Michael; Dinei e Nenê.Técnico: Guilherme MacugliaGols: Dentinho, aos 3 minutos do primeiro tempo, e aos 5 minutos do segundo tempo.Árbitro: José Henrique de CarvalhoRenda: R$ 287.114,00Público: 17.931 pagantesEstádio: Morumbi, em São Paulo (SP)Se a alegria existia pela vantagem no placar, havia uma preocupação por outro lado, com Acosta, que saiu chorando de campo, aos 24 minutos, com uma contusão na coxa direita, após uma queda numa cabeçada minutos antes, na área. Ele será avaliado na segunda.No começo do segundo tempo, quando o Corinthians já estava com um a menos em campo - Bóvio, mal no jogo, foi expulso por uma falta dura na lateral do campo, aos 47 minutos da etapa inicial -, Dentinho novamente fez gol. Logo aos cinco minutos, ele recebeu de Diogo Rincón na área e chutou para marcar o gol.SEGURA TUDOA partir disso, o panorama do jogo foi: o Guaratinguetá ataca, o Corinthians se defende. E tentava atacar no contra-ataque. Via Dinei, Alê e companhia criarem jogadas, mas nenhuma que exigisse uma grande defesa de Felipe. O Corinthians chegou até a acertar uma bola na trave com Lulinha, no fim, mas não passou disso. Nem precisava, porque, no placar, a vitória já estava garantida.Agora, aos dois times, é pensar na próxima rodada. O Corinthians enfrentará o Rio Preto, na quarta, às 21h45 na casa do adversário, e o Guaratinguetá pega a Portuguesa, no Canindé, na quinta-feira, às 19h30. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.