Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Corinthians bate Paraná com gols de Fabinho

O Corinthians deve ao goleiro Fábio Costa os três pontos importantes da suada vitória sobre o Paraná, por 2 a 1, neste domingo, no Pinheirão, em Curitiba. O goleiro fez ótimas defesas e garantiu o resultado, que deixa o time na 8ª posição do Campeonato Brasileiro, com 57 pontos. São 12 a menos do que o líder Atlético-PR. Mas, diante do equilíbrio da competição e com nove rodadas a disputar, a equipe do técnico Tite ainda pode sonhar pelo menos com vaga na Copa Libertadores da América. Por outro lado, a derrota deixa os paranaenses em situação complicada: na 22ª colocação, com 38 pontos e cada vez mais ameaçados pelo rebaixamento.Desde o início, o time da casa, desesperado, se arriscou mais; Mas os paulistas tiveram melhor aproveitamento no ataque. Aos 16 minutos, Jô puxou o contra-ataque rápido pela esquerda e cruzou na cabeça de Fabinho, que mergulhou com ousadia para abrir o marcador.O gol não abalou o Paraná, que seguiu atacando - e, não fossem as excelentes defesas de Fábio Costa, poderia ter conquistado o empate e até a virada, no primeiro tempo. O goleiro fez duas intervenções decisivas: aos 36, numa cabeçada à queima-roupa de Messias, e no último minuto, no chute frontal de Vandinho.Com tantas oportunidades perdidas, o Paraná deu a chance para o Corinthians ampliar. Aos 33 minutos, Fabinho, bem colocado, completou o cruzamento de Renato e fez o segundo gol - marca que o time não alcançava havia 12 rodadas, quando venceu a Ponte Preta por 2 a 0, no Pacaembu, no dia 14 de agosto.Depois da expulsão do lateral Edson, ainda no primeiro tempo, o Paraná - mais na base da vontade do que da técnica - voltou pressionando na etapa final. Mesmo assim, aos 8 minutos, Jô teve a grande chance de definir o jogo, mas, frente a frente com o goleiro Flávio, chutou na trave.De tanto insistir, o Paraná diminuiu, depois da cobrança de escanteio pela esquerda. O atacante Galvão subiu sem marcação e completou de cabeça para o gol. Fábio Costa ainda salvou o Corinthians em chute de Fernando: da entrada da área, o meia tentou acertar o canto, mas o goleiro se esticou todo e evitou o empate.Sem talento suficiente para criar jogadas de aproximação do meio para o ataque, os paranaenses tentaram a igualdade apenas nos cruzamentos altos para a área, mas a defesa do Corinthians, bem atenta, não teve trabalho para afastar e garantir o resultado.

Agencia Estado,

24 de outubro de 2004 | 20h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.